Previous Page  3 / 78 Next Page
Information
Show Menu
Previous Page 3 / 78 Next Page
Page Background

VOLEIBOL SENTADO

2

A inclusão assenta numa nova visão da diferença,

reconhecendo que esta é inerente a todos os indivíduos.

UNESCO, 1994

A história da noção de deficiência e da vida das pessoas com deficiência passou por

caminhos de profunda ignorância, de crenças e superstições, enraizando atitudes e

actos discriminatórios que provocavam a sua exclusão, isolando-as do mundo ou

escondendo-as da convivência com os outros.

Com a Revolução Industrial encetada a partir de finais do século XIX, e a

emergência de novos pensamentos e mentalidades, outro valor foi atribuído à

educação e em consequência à promoção da qualidade de vida das pessoas com

deficiência ou incapacidade e a sua participação nos processos de decisão e de

representação social.

Para Freire, S. (2008), a inclusão é um movimento educacional, mas também social

e político que vem defender o direito de todos os indivíduos participarem, de uma

forma consciente e responsável, na sociedade de que fazem parte, e de serem

aceites e respeitados naquilo que os diferencia dos outros.

A inclusão social através do desporto, promove a igualdade de participação,

potenciando as capacidades físicas, psicológicas e relacionais de cada pessoa com

deficiência.

O sistema desportivo actual, tanto o formal como o informal, contém, expressa e

configura as características da sociedade na qual se produz, e como tal, apresenta-

nos elementos característicos que o convertem num instrumento chave nos

processos de intervenção social.

A actualidade mostra-nos, através de numerosos projectos nacionais e

internacionais, como o desporto adquiriu, nas últimas décadas, uma crescente

relevância como factor de inclusão social.

O desporto pode ajudar a socialização dos indivíduos. A aquisição de cultura

desportiva através da prática facilita ao desportista mecanismos para integrar-se

eficazmente no seio da sociedade. Através do jogo, a pessoa adquire hábitos de