COREIA FOI MAIS FORTE (3-1) NA DESPEDIDA DE MANEL SILVA
06-07-2014

Com as posições na classificação final já devidamente definidas, a Coreia do Sul venceu (3-1: 25-23, 25-23, 18-25 e 25-21) hoje, na Póvoa de Varzim, a Selecção Nacional de Seniores Masculinos na sexta e última jornada da Poule E.
A Coreia procurava deixar uma imagem mais aproximada do seu real valor, o que conseguiu, enquanto Portugal perseguia a sua sétima vitória, que seria o melhor registo de sempre na Liga Mundial, ultrapassando as seis vitórias da edição de 2005, quando Portugal foi 5.º classificado,
depois de bater o campeoníssimo Brasil.
Um jogo que marcou, também, a última vez que Manuel Silva vestiu a camisola das quinas, após 228 internacionalizações.

Já conhecedora do resultado do Holanda x República Checa (3-0), a equipa portuguesa entrou em campo concentrada mas sem o fulgor da véspera. Pelo contrário, os coreanos procuraram pressionar, desde logo, os locais (8-6).
Contudo, um serviço directo de João José colocou os portugueses a vencerem por dois pontos 12-10. E seria o capitão lusitano, com um bloco, a fazer o resultado com que se atingiu o segundo tempo técnico (16-13). Uma série de erros no ataque cometidos pelos portugueses possibilitaram a passagem para a frente dos coreanos (18-17), que se mostraram mais esclarecidos no final do set, selando o resultado com um bloco: 25-23.

 


 

PORTUGAL NÃO DESISTE!
05-07-2014

A Selecção Nacional de Seniores Masculinos venceu hoje, por 3-0 (25-21, 25-22 e 25-19), a Coreia do Sul na Póvoa de Varzim, na sexta e última jornada da Poule E. Nada afectada pela vitória da Holanda (3-1) frente à República Checa, a equipa de Hugo Silva desempenhou o seu papel, táctica e tecnicamente na perfeição e continua a poder sonhar com Sydney. Contudo, para isso precisa de somar mais três pontos amanhã e esperar por um deslize dos holandeses... Um facto curioso: no final, e como que celebrando a vitória portuguesa, o público cantou os parabéns a Valdir André, o filho do oposto Valdir Sequeira, que fez festeja hoje 7 anos.

No primeiro set, e mostrando-se mais forte nas acções ofensivas, Portugal chegou com facilidade aos 7-2, com um bloco de João Oliveira, mas os coreanos fizeram soar o alarme e recuperaram: 7-5, num ataque de Chul-Woo Park.
Três falhas consecutivas dos coreanos no serviço possibilitaram que os portugueses se distanciassem novamente (10-7). Um serviço directo de Alex Ferreira aumentou a diferença (14-10). Um serviço directo de Marcel Gil reforçou a vantagem (20-15) e um ataque falhado por Sun-Soo Han deu o triunfo a Portugal: 25-21.

O segundo set foi mais equilibrado, tendo Portugal conseguido chegar em vantagem ao primeiro tempo técnico através de um bloco de Alex (9.º ponto individual) a Min-Ho Choi (8-6). Novo bloco do zona 4 português deixou os coreanos a uma distância considerável (11-7), mas dois ataques de Seung-Suk Kwak (13-12) reaproximaram a equipa de Kiwon Park, que igualou aos 16 pontos. Os erros no serviço dos coreanos e a eficácia do ataque e bloco dos portugueses deram a estes últimos novo triunfo: 25-22.









BROCHURA OFICIAL