Federação Portuguesa de Voleibol - Notícias

29-MAIO-2015
PORTUGAL x ESLOVÉNIA:
COM A VITÓRIA NA MIRA


Portugal perdeu uma batalha (na Eslovénia), mas está longe de perder a guerra (apuramento para o Europeu).
Este é, pelo menos, o espírito que anima as hostes portuguesas, não obstante o historial dos confrontos com a Eslovénia pender, de forma ostensiva, para o lado do adversário, que, desde 2007 venceu por 7 vezes em 9 jogos, as últimas das quais em fases de playoffs decisivos no apuramento para o Europeu (2009) e Mundial (2014).

Quando entrar em campo, o passado vai ter de ser deitado para trás das costas e a equipa orientada por Hugo Silva vai estar focada num só objectivo: a vitória, por 3-0 ou 3-1, no jogo, bem como no Golden Set e a consequente qualificação para a fase final do Campeonato da Europa de 2015.

"Temos que ir à luta com todas as nossas armas e sem desculpas de nada. Considero que não merecemos ganhar a primeira batalha, mas confio no valor de todos os nossos jogadores e que se o Centro de Desportos de Matosinhos encher, com o público a apoiar-nos como nunca, vamos fazer história e colocar o Voleibol na competição europeia mais difícil de sempre, tal é a qualidade actual do Voleibol no Velho Continente”, afirma Hugo Silva, concluindo:
“Se formos mais rigorosos com tudo o que fazemos e neutralizarmos a principal arma da Eslovénia, que é o seu serviço, tudo pode acontecer".

Essa imagem também preenche o horizonte do libero Ivo Casas:
“No domingo vamos ter de entrar em campo só com um pensamento que é o apuramento para o
Europeu.
Sabemos que não vai ser um jogo fácil, pois o nosso adversário tem uma selecção com bons valores, como ficou provado no primeiro jogo, mas creio que se estivemos concentrados, focados no nosso objectivo e conseguirmos corrigir alguns aspectos que falharam, como a relação bloco/defesa, não deixar a Eslovénia servir tantas vezes como serviu e com eficácia, contrariando a sua acção com um sideout mais rápido, conseguimos bater-nos de igual para igual e ganharmos o jogo e, seguidamente, o Golden Set. Estou convicto de que isso é possível.
O público em Matosinhos têm-nos apoiado sempre com óptimas casas e sempre com muito entusiasmo, pois toma a iniciativa e aplaude e puxa pela equipa e contamos com o seu apoio pois isso ajudar-nos-á sabemos que será muito importante para conseguirmos atingir os nossos objectivos". [Ver vídeo]

Do outro lado da rede vai estar uma estar uma selecção confiante pelo triunfo pela margem máxima rubricado em Maribor e orientada por um técnico ambicioso, Andrea Giani, habituado a
ganhar praticamente tudo quer nos clubes por que passou enquanto jogador quer, sobretudo, nos anos em que envergou com enorme êxito as cores da Selecção Italiana.
“Não queremos contar os sets que faltam para garantirmos o apuramento para o Europeu e sim vencer também este segundo jogo”, avisa Giani.

A equipa de arbitragem será constituída por Cor Van Gompel (Holanda) e Yanick Chaladay (França).

Este jogo será marcado ainda pela campanha de solidariedade que será levada a cabo pela Federação Portuguesa de Voleibol «Uma entrada = 1 Kg Alimento» – iniciativa que pretende apelar ao espírito de solidariedade da Família do Voleibol e consistirá na recolha de alimentos não perecíveis (cereais, massas, farinhas, leite, conservas, etc.) durante a competição que se realizará pelas 15h00 na Nave Costa Pereira do Centro de Desportos e Congressos de Matosinhos e será transmitida em directo na Sport TV, podendo ainda ser seguida via live streaming através do site www.laola1.tv.

Quem passar a eliminatória vai integrar, na fase final do Europeu (Outubro), a Poule C, sediada na cidade búlgara de Varna e composta pelas selecções da Polónia (3.º do Ranking Mundial), Bélgica (20.ª) e Bielorrússia (52.ª).

Mais informações: www.facebook.com/fpvoleibol / www.cev.lu

 
PARTILHA ESTE ARTIGO NAS REDES SOCIAIS