13-MAIO-2020
«UM APITO COM...» A ÁRBITRA
ESPANHOLA SUSANA RODRIGUEZ

A espanhola Susana Rodriguez, árbitra internacional desde 2000, é a segunda convidada para um ciclo de videoconferências denominado «Um Apito com…», que vai ter lugar na próxima segunda-feira (18 de Maio), pelas 21h30.
Depois de um primeiro evento com Zorica Bjelic, uma ex-árbitra sérvia de referência e actual Secretária da Comissão de Arbitragem da Confederação Europeia de Voleibol (CEV), novamente a presença de uma senhora com um currículo invejável, que também está nomeada para os Jogos Olímpicos de Tóquio, e onde se destacam, entre outras, a participação em duas edições dos Jogos Olímpicos, três Taças do Mundo, Campeonatos do Mundo de Selecções e de Clubes, nove Ligas Mundiais/VNL e 14 Grandes Prémios Femininos.

Assim sendo, esta será mais uma excelente oportunidade proporcionada pelo Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Voleibol (FPV), aos árbitros portugueses internacionais e de nível III para aproveitarem este tempo de ausência de competição e a necessidade de #FiqueEmCasa para assistirem a um conjunto de sessões de qualidade inegável e com algumas novidades.

Nesta segunda sessão, dirigida essencialmente aos árbitros de pavilhão, mas para a qual os de praia estão naturalmente convidados, iremos abordar um conjunto de questões transversais relacionadas com a preparação psicológica e a gestão do jogo, dois temas estruturantes e básicos para a realização de uma boa prestação em qualquer jogo de Voleibol. E nada melhor do que uma das melhores do mundo do momento para que os nossos árbitros percebam a importância de algumas dinâmicas no sentido de poderem melhorar as suas prestações", adianta o Presidente do CA federativo, Avelino Azevedo, acrescentando:
"Esta segunda sessão também inclui uma segunda parte inédita: vamos aproveitar estas sessões para uma ainda maior dinâmica formativa e interactiva com os árbitros presentes e proporcionar a discussão de alguns casos de jogo. Para esta primeira sessão, convidámos os três internacionais portugueses, que na semana passada estiveram presentes num webinar da CEV sobre arbitragem, nomeadamente, Raquel Portela, Nuno Teixeira e José Caramez, para nos apresentarem alguns casos de jogo de modo a trocarmos opiniões sobre os princípios que devem presidir à interpretação deste tipo de casos.”

Estas videoconferências acontecem na sequência de um inquérito feito a todos os árbitros portugueses sobre o momento da arbitragem portuguesa e as temáticas que gostariam de ver abordadas em videoconferências sobre a sua área, tendo sido planeadas em articulação com Departamento de Formação da Federação Portuguesa de Voleibol, para, numa primeira fase, decorrerem durante os meses de Maio e Junho.

 
PARTILHA ESTE ARTIGO NAS REDES SOCIAIS