10-JANEIRO-2020
PORTUGUESAS DEFRONTAM ALEMÃS
NO TORNEIO WEVZA DE SUB-17

A Selecção Nacional de Sub-17 Femininos, liderada por Rui Pedro Silva, defronta amanhã (14h00) a sua congénere alemã, no quinto e último dia de competição do Torneio WEVZA de Sub-17 femininos – a disputar em Viana do Castelo –, que dá ao primeiro classificado a qualificação directa para a fase final do Campeonato da Europa da categoria.

 Portugal x França, 1-3 (24-26, 10-25, 25-21 e 15-25)

O jogo iniciou-se sob o signo do equilíbrio, embora com um ligeiro ascendente de Portugal, mais agressivo e acutilante no serviço. Igualadas a 20 pontos na recta final do primeiro set, as mais experientes francesas mostraram-se mais frias e eficazes, vencendo por 26-24. Destaque para os 6 pontos rubricados pela gaulesa Vaiteani Vaki.
Quando começou a ganhar solidez no seu bloco, a França nunca mais permitiu veleidades às portuguesas no segundo parcial.
Com Beatriz Silva no serviço, Portugal passou a liderar o marcador (8-2). Gerindo a vantagem até final, selou a vitória no terceiro set com um bloco de Catarina Carneiro.
A França chegaria ao triunfo ao fazer valer o seu alto bloco e ao melhorar a eficácia dos seus serviços.

A francesa Vaiteani Vaki, com 24 pontos, foi a melhor pontuadora, enquanto Catarina Carneiro, com 11, foi a portuguesa mais concretizadora.
Ver estatística aqui

Laurent Delacourt, Treinador da França:
"Foi um jogo difícil, porque Portugal criou-nos algumas dificuldades com o serviço, mas depois, melhorámos no serviço e no bloco e conseguimos vencer o jogo. Temos de trabalhar mais a parte psicológica para nos tornarmos mais fortes e um torneio como este, com um nível alto, ajuda-nos a evoluir".

A Selecção Nacional defronta amanhã (14h00) a Alemanha no jogo de atribuição dos 5.º ao 7.º lugares.

Holanda x Bélgica, 3-1 (25-15, 25-23, 24-26 e 25-20)

Foi uma Holanda praticamente sem mácula que conseguiu hoje o apuramento para a final do Torneio WEVZA.
A Holanda aproveitou bem as características físicas das suas jogadoras e o seu poderio ofensivo para cedo se impor às bem mais baixas belgas, vencendo o set inaugural por claros 25-15. Destaque para os 10 pontos da holandesa Nicole Van De Vosse.
O segundo set foi muito equilibrado e, no terceiro, a Bélgica voltou à luta, sobretudo através dos blocos de Anna Koulberg.
Mas foi sol de pouca dura dado que as holandesas selaram a vitória no quarto set com o resultado de 25-20, com a Bélgica a recuperar cinco pontos consecutivos na recta final do set.

Nicole Van De Vosse, com 22 pontos, enquanto Eline Van Elsen, com 20, foi a belga mais concretizadora.
Ver estatística aqui

Eelco Beijl, Treinador da Holanda:
"Fizemos um trabalho incrível hoje. As jogadoras estão de parabéns, pois jogaram muito bem, muito concentradas, organizadas e serviram de forma agressiva e sem medo.
Antes do jogo, disse-lhes que "estão aqui porque fazem o que gostam, que é jogar Voleibol, aproveitem", e creio essa energia positiva surgiu em momentos-chave do jogo.
A Final? Amanhã é um novo dia
...

Itália x Espanha, 3-0 (25-15, 30-28 e 25-13)

A Itália justificou o seu favoritismo e apurou-se para a final, defrontando amanhã (19h00) a Holanda.
Serviços agressivos bem complementados com as acções, quer defensivas quer ofensivas, junto à rede, proporcionaram à Itália um triunfo fácil no set de saída. Cayetana Lopez Rey e Marina Giacomello, ambas com cinco pontos, afirmavam-se como as artilheiras de serviço.
O segundo set foi dramático. A Espanha chegou a liderar o marcador nos momentos finais (24-22) mas seria a Itália a fechar novo triunfo: 30-28.
Este desfecho pesou nas espanholas, que nunca conseguiriam lutar pela vitória no terceiro e derradeiro set.

A italiana Marina Giacomello, com 15 pontos, foi a melhor pontuadora, enquanto Julia de Paula Viana, com 11, foi a espanhola mais concretizadora.
Ver a estatística aqui

Michele Fanni, Treinador de Itália:
"Hoje crescemos em muitos aspectos. No segundo set, desconcentrámo-nos um pouco e acabámos por ter sorte e tivemos, também, a força de espírito necessária para vencermos o parcial. Evoluímos no ataque e registámos mais qualidade na recepção e defesa.
A Holanda é um oponente complicado. Está na final merecidamente. É forte no ataque mas também centrais muito boas. teremos de servir como hoje e crescer mais um pouco no ataque
".

Bélgica e Espanha defrontam-se ás 16h30 para atribuição dos 3.º e 4.º lugares.

As 12 convocadas

Margarida Santos – AAS Mamede
Catarina Silva – AAS Mamede
Luísa Mello – Castêlo da Maia GC
Fabiana Pires – CS Madeira
Ana Monteiro – Esmoriz GC
Beatriz Cerveira – Leixões SC
Inês Costa – Leixões SC
Carolina Costa – Leixões SC
Beatriz Silva – VC Viana
Luana Gigante – VC Viana
Maria Cruz – Volley4all
Anastasia Popova – Volley4all

Nos três primeiros dias de competição, as equipas jogam todas contra todas, sendo os dois dias restantes reservados ao apuramento do vencedor e ao ranqueamento das selecções.
Os dois primeiros classificados das pools defrontam-se em sistema cruzado (1.º A x 2.º B e 2.º A x 1.ª B) e os vencedores disputam a final, enquanto os 3.ºs e o 4.º classificados discutem os 5.º, 6.º e 7.º lugares.
O vencedor do torneio apura-se directamente para o Campeonato da Europa da categoria.

Nos últimos anos, a cidade de Viana do Castelo tem sido palco de várias competições de Voleibol, sendo ainda local privilegiado de estágio das selecções nacionais.
Recentemente, o Centro Cultural de V. Castelo acolheu a Pool F da 2.ª Ronda Europeia de Apuramento para o Campeonato do Mundo 2018, em seniores femininos.
Foi igualmente na Princesa do Lima que a Selecção Nacional de Seniores Femininos defrontou a sua congénere de Espanha em dois jogos amigáveis que se inseriram no plano de preparação de Portugal para a Golden European League 2018, os Jogos do Mediterrâneo e para o histórico Campeonato da Europa 2019.
Em Dezembro de 2017, Viana do Castelo acolheu o Torneio Internacional WEVZA de Sub-16 Femininos, transmitido em directo, em exclusivo e na íntegra no site federativo www.volei.tv
O CC vianense foi também palco dos jogos de Qualificação Europeia para o Campeonato do Mundo de 2017 - Sub-21 masculinos e Sub-20 femininos.

Informações adicionais aqui

A WEVZA, que foi constituída no dia 26 de Setembro de 2013, integra oito países – Portugal, Espanha, Alemanha, Bélgica, Itália, Holanda, França e Suíça – e tem como Presidente o português Vicente Araújo, Vice-Presidente da FPV, e como Vice-Presidentes o belga Willy Bruninx, da Federação Belga, e o francês Eric Tanguy, Presidente da Federação Francesa.

O objectivo primordial da WEVZA é fortalecer e fomentar a organização de actividades desportivas, tanto de Voleibol como de Voleibol de Praia, com especial ênfase nas categorias de formação.

A Confederação Europeia de Voleibol (CEV) conta com seis associações zonais: a WEVZA (Europa Ocidental), a BVA (Balcãs), a EEVZA (Europa de Leste), a MEVZA (Europa Central), a NEVZA (Europa do Norte) e ainda a SCD (Divisão dos Pequenos Países), da qual fazem parte Andorra, Chipre, Ilhas Faroé, Gibraltar, Gronelândia, Islândia, Irlanda, Liechtenstein, Luxemburgo, Malta, Mónaco, Irlanda do Norte, San Marino, Escócia e País de Gales.

Mais informações: www.wevza.com / www.fpvoleibol.pt/WEVZAwww.cev.lu

 
PARTILHA ESTE ARTIGO NAS REDES SOCIAIS