04-JUNHO-2017
MUNDIAL 2018: PORTUGUESAS
FECHAM COM CHAVE DE OURO

A Selecção Nacional de Seniores Femininos sabia que já não tinha hipóteses de rubricar uma passagem para o Mundial do Japão, mas brindou hoje o excelente público com um triunfo, pela margem máxima (3-0: 25-23, 25-20 e 25-13), sobre a Estónia, assegurando assim o 3.º lugar na Poule F de Qualificação Europeia para o Campeonato do Mundo de 2018, que decorreu ao longo de cinco dias no Centro Cultural de Viana do Castelo.

Portugal entrou muito bem no jogo e com dois serviços directos de Julia Kavalenka e um ataque de Carina Moura tomou a dianteira do marcador (16-10). Um serviço directo de Nette Peit reequilibrou o jogo numa altura crucial (21-23), mas um serviço falhado colocou Portugal a um ponto do fecho, que apareceu por intermédio de um amorti de Julia Kavalenka: 25-23.

Portugal anulou a desvantagem inicial (1-5), mas, a vencer por 12-8, viu-se ultrapassado pela maior frieza das estónias (18-20). Reagiu e com Eliana Durão no serviço e Gabriela Coelho, com dois pontos no ataque e um no bloco, recuperou a vantagem (23-20) e mostrou o caminho da vitória: 25-20.

Um ataque ao primeiro toque de Aline Rodrigues mostrou a eficácia dos serviços de Portugal e reforçou as suas pretensões (10-3). A vencer por 20-11, Portugal aguentou a natural reação da Estónia e selou o triunfo com um claro 25-13.

Gabriela Coelho, com 17 pontos, e Julia Kavalenka, com 14, foram as melhores pontuadoras do jogo. Ver estatística aqui

Manuel Almeida, treinador adjunto de Portugal, salientou:
"A palavra-chave desta exibição é consistência. Hoje, o nosso jogo teve aquilo que nos faltou nos outros dias. Mostrámos que temos qualidade e que não estamos assim tão longe do nível internacional de algumas das melhores selecções que são formadas por atletas de ligas profissionais competitivas, como a Alemanha e a Eslovénia. Ganhámos três jogos e realizámos exibições que nos dão motivação e ânimo extra para a continuação do nosso trabalho e que servem de estímulo às jovens que estão na Selecção Nacional e àquelas que são convocáveis.
Foi uma excelente forma de preparamos a Liga Europeia e agora vamos tentar continuar a trilhar este caminho de evolução
".

Alemanha x França, 3-1 (25-22, 25-21, 22-25 e 25-17)

Inesperadas dificuldades da Alemanha frente a uma transformada e combativa França: 25-22.
Ligeiras melhorias na forma de jogar das germânicas, sobretudo no bloco, permitiram-lhes fechar o segundo parcial com o resultado de 25-21, com o 9.º ponto da capitã Maren Brinker.
A França tanto tentou que conseguiu vencer, com garra e merecidamente, um set à sua forte oponente: 25-22.
O quarto set foi dominado pela Alemanha, que concluiu com pontos de Dora Grozer e Franziska Poll: 25-17.
Felix Koslowski, treinador da Alemanha:
"Estou muito feliz e muito orgulhoso. Éramos a equipa favorita e tivemos de jogar com essa pressão sobre os ombros. O apuramento na Europa é muito difícil devido ao nível alto das selecções. A França fez os dois melhores sets deste torneio contra nós. Coloquei em campo algumas jovens e elas jogaram a um nível alto, o que me dá garantias para a fase final do Mundial".

Eslovénia x Finlândia, 3-0 (25-16, 25-21 e 26-24)

A Eslovénia entrou no jogo como lhe competia e passado pouco tempo já vencia por 21-9. Foi a altura que a Finlândia escolheu para acordar e somar cinco pontos consecutivos, os dois últimos através de serviços directos de Iida Paananen. Alessandro Chiappini tocou a reunir e a Eslovénia fechou o set: 25-16.
Apesar da eficácia dos serviços a equipa nórdica neste set (17-19, 22-20), a Eslovénia voltou a levar a melhor: 25-21.
Dois blocos consecutivos da Finlândia (14-11) fizeram soar o alarme entre as hostes eslovenas, que igualaram pouco depois (17-17). Porém, os serviços finlandeses continuaram a fazer estragos na recepção da equipa de Leste (22-19).
Sempre em crescimento, a Finlândia assustou a sua poderosa adversária (24-21), mas acabou por deixar fugir o triunfo: 26-24.
"Estamos contentes com o apuramento para a 3.ª ronda, mas insatisfeitas com o jogo que fizemos frente à Alemanha, pois jogámos muito abaixo das nossas possibilidades" - Eva Mori, capitã da Eslovénia.
Iza Mlakar, com 20 pontos, foi a mehor pontuadora do jogo.

Alojamento
Hotel do Parque
Praça da Galiza, Viana do Castelo
Telefone: 258 828605

Pavilhão
Centro Cultural de Viana do Castelo
Tel: 258 809 300
Fax: 258 809 347

Ver mais informações sobre a Poule F aqui e convocadas aqui

Os primeiros classificados de cada poule qualificam-se directamente para a fase final, que será organizada pelo Japão e na qual tem também a presença assegurada a selecção dos Estados Unidos, actual campeã mundial.
Os segundos classificados das seis poules da 2.ª Ronda apuram-se para a 3.ª Ronda, que será disputada de 22 a 27 de Agosto e qualifica os dois primeiros dessa fase para o Mundial 2018.

Informações adicionais: www.cev.lu / www.fivb.com 

 
PARTILHA ESTE ARTIGO NAS REDES SOCIAIS