08-JANEIRO-2016
PORTUGAL COM UM GOSTO AMARGO
NA QUALIFICAÇÃO DA SÉRVIA


 FOTOS: Arménio Belo

A Sérvia apurou-se hoje para a 2.ª Ronda da Qualificação Europeia para o Campeonato do Mundo de 2017, em Sub-21 Masculinos, ao garantir o primeiro lugar na Poule D da 1.ª ronda, com o triunfo sobre Portugal (3-0: 27-25, 26-24 e 25-17) no último jogo.
Apesar de terminar com cinco pontos, a Selecção Nacional não conseguiu a qualificação como um dos dois segundos melhores classificados porque, como existiam poules com menos equipas, o regulamento «apaga» os resultados obtidos com os últimos classificados... no caso da poule de Portugal, é a Áustria, a quem a equipa orientada por Hugo Silva venceu por 3-1, o que nos retira três pontos... Assim, acabámos por ser o terceiro melhor segundo. Ver classificações aqui
A 2.ª Ronda está agendada para 18 a 21 de Maio.

No Sérvia x Portugal foi cumprido um minuto de silêncio em memória de Guilherme Pinto, Presidente da Câmara Municipal de Matosinhos, membro das autarquias amigas do Voleibol, que faleceu hoje.

No set inaugural, e após um festival de serviços falhados por ambas as equipas, Lourenço Martins facturou dois pontos seguidos ao primeiro toque, içando Portugal a uma liderança mais desafogada no marcador (10-7). Um ataque do capitão Bruno Cunha e um serviço directo de André Marques manteve a turma das quinas na frente (16-13). A Sérvia chegou à igualdade por intermédio de David Mehic (19-19). Por ironia do destino, um parcial tão marcado pelos serviços falhados seria fechado com um serviço directo de Miran Kujundzic, o melhor pontuador, a par de Bruno Cunha, até então, com 5 pontos.

A Sérvia liderou o marcador desde início, até Portugal igualar (12-12) com dois serviços directos de Lourenço Martins, passar para a frente com um ataque de Bruno Cunha e atingir o segundo tempo técnico a vencer por 16-14, com dois ataques de Alexandre Pereira. A Sérvia logrou passar para a frente com um serviço directo de Miran Kujundzic (18-17). E foi este jogador que voltou a fechar o set, com um ataque ao primeiro toque: 26-24.

Após dois sets bem disputados, o terceiro parcial não teve história, tal a superioridade patenteada pela Sérvia (14-9, 16-10). um serviço directo de Kujundzic (21-13) mostrou que o caminho da vitória estava aberto: 25-17.

David Mehic, com 15, e Miran Kujundzic, com 14 pontos, foram os melhores pontuadores, enquanto Bruno Cunha, com 11 pontos, foi o português mais concretizador. Ver estatística aqui

Vladimir Vasovic, Treinador da Sérvia:
"Estamos muito mais felizes agora, pois tínhamos um objectivo a atingir e conseguimos alcançá-lo nesta cidade tão bonita de Portugal. Agora, vamos começar a nossa preparação para a próxima fase de qualificação".

Hugo Silva, Treinador de Portugal:
"Apesar deste resultado, o balanço da nossa participação é mais do que positivo. Se calhar, ninguém pensaria que conseguiríamos lutar pela qualificação até ao último jogo e que enchêssemos o pavilhão desta forma.
Os nossos jogadores sentiram um bocado este resultado, pois queriam algo mais. É natural porque são jovens, mas era muito difícil fazer melhor com uma equipa tão jovem e frente a uma selecção tão forte como a Sérvia. Falta-nos passar por momentos destes, como os que fizeram a diferença nos dois primeiros sets.
Mas só temos de estar orgulhosos e espero que isto sirva de impulso para o Voleibol português, acima de tudo ao Voleibol mais jovem". 

Holanda no 3.º lugar

 A Holanda venceu, com relativa facilidade (3-1: 23-25, 25-23, 25-18 e 25-17) a Áustria e assegurou o 3.º lugar na Poule C.

No primeiro set, o equilíbrio imperou, embora sempre com um ligeiro ascendente dos austríacos (9-6, 14-11), que mostraram mais ambição e espírito de entreajuda, tendo chegado com mérito ao triunfo por 25-23.

No segundo set, a Áustria mostrou-se mais perdulária (serviço e, sobretudo, ataque) e acabou por assisitir ao crescimento da Holanda, que esteve a vencer por 24-21 e acabou por fechar o jogo no limite: 25-23, com um bloco de Ivar De Waard.

O bom momento da equipa orientada por Cláudio Gewehr prolongou-se no terceiro parcial (12-8, 18-10) e os austríacos, desmoralizados, foram vendo os seus holandeses somarem pontos atrás de pontos (15-24). Quando reagiram, era tarde demais: 25-18.

O quarto set apenas serviu para confirmar a maior eficácia dos holandeses (16-11), que não deram hipóteses a uns algo descrentes austríacos e selaram, com um serviço directo de Pascal Hoogstra, com o resultado de 25-17 uma vitória que valeu o 3.º lugar na Poule D.

O austríaco Erin Ibrahimovic, com 24 pontos, foi o melhor pontuador do jogo, enquanto Ivar De Waard, com 19 pontos, voltou a ser o holandês mais concretizador.
Ver estatística aqui

Cláudio Gewehr, Treinador da Holanda,:
"Foi um bom jogo. Jogámos bem. A equipa estava um pouco cansada e fiz algumas alterações, que resultaram muito bem. Estou muito feliz com esta vitória.
Gostámos muito de estar aqui em Portugal e a poule foi muito bem organizada e as selecções apresentaram um nível elevado".

Mais informações: www.fpvoleibol.pt / www.fivb.com / www.cev.lu  

 
PARTILHA ESTE ARTIGO NAS REDES SOCIAIS