23-OUTUBRO-2016
PORTO VÓLEI CONQUISTA
A SUA PRIMEIRA SUPERTAÇA
 

A equipa de seniores femininos do Porto Vólei ergueu hoje a primeira Supertaça do seu historial ao vencer, pela margem máxima (3-0: 25-21, 25-18 e 25-20), o Atlético VC, no Pavilhão Gimnodesportivo de Vila Flor, em jogo que contou com a arbitragem de António Vaz de Castro (AV Viseu) e Nuno Maia (AV Braga).
Entrando da melhor forma no jogo, o Porto Vólei não permitiu grandes veleidades à equipa titular do troféu, que, para além do mais, ainda se viu privada, desde o começo do segundo set, de Vanessa Rodrigues, nas palavras do treinador do AVC “a melhor distribuidora portuguesa”.

1.º Set
O Porto Vólei entrou em força no jogo, procurando canalizar o seu jogo pela zona central, onde a norte-americana Lauren Washburn (1,88 metros) facturava e atingiu o primeiro tempo técnico com uma vantagem de dois pontos (8-6).
Um ataque de 2.ª linha de Luana Gomes procurou manter as campeãs nacionais na peugada da sua adversária, mas as portuenses avolumaram a diferença (11-7) e um bloco de Lauren tornou a vida ainda mais complicada às famalicenses, que chegaram com um atraso de cinco pontos à segunda paragem obrigatória (16-11).
A reacção da equipa de Óscar Barros, através de um ataque de Carina Moura e um bloco de Luana Gomes, aproximou as equipas (18-20), mas o Porto Vólei mostrou-se mais forte nas acções junto à rede, sobretudo por intermédio de Lauren Washburn, e voltou a distanciar-se (23-19).
Nova reacção do AVC (21-23), mas que não foi suficiente para impedir o triunfo da equipa de Manuel Almeida: 25-21.

2.º Set
Momentos iniciais muito festejados pelos adeptos do Porto Vólei, que superou uma situação de desvantagem e se adiantou no marcador (9-7), com a lesão da distribuidora Vanessa Rodrigues a tornar tudo ainda mais difícil para as famalicenses, que, algo desconcentradas com o sucedido com a sua timoneira, viram as adversárias aproveitar bem essa fraqueza (14-9, 16-12).
Com Tânia Oliveira a servir e Lauren Washburn a atacar ao primeiro toque, o Porto Vólei distanciou-se ainda mais (20-14), apesar da oposição da excelente blocadora Luana Gomes (16-20).
Aline Timm fez o 23.º ponto e Bárbara Gomes, com um bloco, selou o parcial: 25-18.

3.º Set
Cada vez mais moralizado, o Porto Vólei cedo deu a entender que queria resolver logo o destino do troféu da Supertaça (5-1, 9-4).
Luana tentava contrariar, no bloco, o ímpeto ofensivo das portuenses, mas seria Thaís Saraiva (Bruzza) no ataque e Sthéfanie Paulino no serviço, que equilibrariam a contenda (10-12) para gáudio do público.
Bárbara Gomes, exalando confiança no ataque, distanciou outra vez o Porto Vólei (15-11).
Imparável, a equipa de Manuel Almeida foi avançando (16-12, 20-12, 22-15) rumo a um triunfo no set (25-20, com um ponto no ataque de Tânia Oliveira, ex-AVC) e à conquista da sua primeira Supertaça.

Aline Wime, com 12 pontos, Lauren Washburn, Aline Timm e Luana Gomes, com 10 pontos, foram as melhores pontuadoras do jogo.
Ver estatística do jogo aqui

Declarações de:

Manuel Almeida, Treinador do Porto Vólei, aqui

Óscar Barros, Treinador do Atlético VC, aqui

Tânia Oliveira, Zona 4 do Porto Vólei, aqui

Luana Gomes, Central do AVC, aqui

A 15.ª edição da Supertaça foi organizada pela Federação Portuguesa de Voleibol, com a colaboração da Câmara Municipal de Vila Flor.

Na lista dos vencedores deste troféu disputado pelas campeãs nacionais e pelas vencedoras da Taça de Portugal, o destaque vai para o Castelo da Maia GC, que, no seu historial, ergueu o troféu por seis vezes consecutivas.
O Boavista FC, com três vitórias, o Leixões SC e o CR Estrelas Avenida, com dois triunfos, e o Atlético VC e o Porto Vólei, com um, completam o leque de vencedores.

Mais informações: www.fpvoleibol.pt / www.facebook.com/fpvoleibol

 
PARTILHA ESTE ARTIGO NAS REDES SOCIAIS