13-OUTUBRO-2016
ÓRGÃOS SOCIAIS DA FPV
TOMARAM POSSE

 Os Órgãos Sociais da Federação Portuguesa de Voleibol (FPV) para o quadriénio 2016/2020, cuja nova Direcção, liderada por Álvaro Lopes, foi eleita no passado dia 17 de Setembro, tomaram posse, ontem, em cerimónia que decorreu no Auditório Fernando Jorge de Araújo Barros, na sede federativa.

Vicente Araújo, presidente da FPV de 1996 a 2016 e que continuará a fazer parte da Direcção, agora como Vice-Presidente, deu início à cerimónia de tomada de posse, enaltecendo todo o apoio recebido ao longo dos seus mandatos:
"Gostaria de agradecer a Rolando de Sousa, ex-Presidente da Assembleia Geral, ex-Presidente da FPV e, acima de tudo, um amigo que muito term dado ao Voleibol, bem como a todos aqueles que na Direcção e nas comissões nos ajudaram na construção do desenvolvimento do Voleibol nacional. Aqui, deixem-me salientar o Sr. Álvaro Lopes, que sempre soube dizer «presente» nos momentos necessários.
Uma palavra de agradecimento também às Associações Regionais, aos Árbitros, aos Treinadores, aos Atletas e a todos aqueles que connosco colaboraram.
Uma palavra de reconhecimento às Autarquias Amigas, que nos prestaram sempre um apoio importante; aos funcionários, que sempre vestiram a camisola e muito contribuíram para podermos organizar competições internacionais; aos Sponsors.
Permitam-me ainda que recorde outros que já não estão entre nós, como o Dr. Fernando Araújo Barros, um amigo e grande suporte, que foi Presidente da Direcção e da Assembleia Geral e que presidiu também a outras comissões, e o dirigente Luís Ribeiro [antigo Director de Imprensa].
Não pretendendo fazer um balanço, deixem-me referir alguns momentos importantes para o Voleibol português, como a entrada na Liga Mundial em 1999, numa altura em que eram muito poucos os países que conseguiam integrar esta competição; as várias presenças em finais do Campeonato da Europa, o 8.º lugar no Campeonato do Mundo de 2002; o facto de ficarmos a dois pontos de uma presença nos Jogos Olímpicos de Atenas; as participações com a dupla de Voleibol de Praia Maia/Brenha em várias edições dos Jogos Olímpicos; a vitória na Liga Europeia de 2010; a realização de um Congresso Mundial em 2004, ainda agora considerado como um dos melhores de sempre e onde a língua portuguesa passou a ser língua oficial da FIVB.
Para além disso, lançámos vários projectos, como o Gira-Volei, o Gira+, o Gira-Praia e, mais recentemente, o ParaVolei e o Volei TV.
Construímos uma sede que é a primeira imagem da modalidade e da qual nos orgulhamos".

Vicente Araújo lembrou ainda:
“Em 1996, tínhamos cerca de 6.000 atletas e hoje temos mais de 43.000. Não tínhamos o quadro técnico que hoje temos e apesar da redução do apoio do Estado, aumentámos sempre o nosso apoio às Associações e aos Clubes.
O único aspecto que decresceu foi o apoio do Governo, que é menor agora do que em 1996, mas apesar disso temos uma boa saúde financeira".

Após a tomada de posse, o Presidente da Assembleia Geral deu a palavra ao novo Presidente.
No seu primeiro discurso oficial, Álvaro Lopes enalteceu o trabalho da anterior Direcção.
"A minha candidatura à Presidência da Federação é a maior honra, e o mais elevado compromisso pessoal, que não poderia deixar de assumir perante quem, como o Prof. Vicente Araújo, colocou o Voleibol no mapa do panorama desportivo nacional e internacional. Toda a gente conhece bem o trabalho do Prof. Vicente Araújo, que ao longo de muitos anos comandou a FPV, com paixão e profissionalismo", salientou, acrescentando:
“O Prof. Vicente Araújo continuará a saber servir a modalidade e a ser, sem quaisquer reservas, o comandante desta nau. Tal constitui alicerce indispensável para que no Voleibol possamos «fazer acontecer», inovando para continuar a existir e a crescer.
A nossa visão estratégica continuará a pugnar sempre pelo crescimento e desenvolvimento sustentado da modalidade.
Contem connosco para continuar a afirmar o Voleibol enquanto modalidade «número um» entre as famílias portuguesas, para o que não deixaremos de potenciar novos espaços digitais e de fidelização, dando continuidade a projectos como a Volei-TV, sem deixarmos de exponenciar os nossos já reconhecidos Programas como o Gira-Volei e o Gira-Praia.
Continuaremos a reforçar e desenvolver o Desporto Adaptado (com o ParaVolei, inVolei e Voleibol sentado), naquilo que representa o assumir de uma responsabilidade social que, nesta casa, sempre soubemos assegurar e promover".
Ver discurso completo aqui

No encerrar da cerimónia de tomada de posse, e visivelmente sensibilizado, Rolando Sousa, ex-Presidente da Assembleia Geral da FPV e antigo Presidente da FPV, referiu:
"Gostaria de homenagear aqui o Dr. Araújo Barros, uma pessoa extraordinária, e também lembrar o Eng. Vieira Monteiro [antigo Presidente da Direcção], que também deu muito à Federação.
Uma palavra de reconhecimento e amizade para o Prof. Vicente Araújo, que elevou o Voleibol a patamares nunca antes atingidos. Quando estive na Presidência da Direcção, o Prof. Vicente Araújo era o Director Técnico Nacional e foi sempre o meu suporte.
Ao Presidente que hoje tomou posse, desejo-lhe, bem como aos restantes membros dos órgãos sociais da FPV, os maiores sucessos e felicidades".

Ver composição dos Órgãos Sociais da FPV para o quadriénio de 2016/2020 aqui

 
PARTILHA ESTE ARTIGO NAS REDES SOCIAIS