06 OUTUBRO-2016
PORTUGAL DEFRONTA A TURQUIA
NO JOGO DO TUDO OU NADA

Portugal e Turquia defrontam-se no domingo pelas 18h00 no Centro de Desportos e Congressos de Matosinhos com a fase final do Campeonato da Europa 2017 no horizonte.

Embora o valor das equipas se equivalha, os turcos, que venceram os últimos três confrontos com os portugueses, terão de dar um passo mais curto para seguirem a caminho da Polónia, já que podem mesmo perder pela diferença mínima (2-3), após o triunfo pela margem máxima (3-0) rubricada no primeiro jogo do playoff da 3.ª ronda de qualificação, disputado na semana passada no seu país.

Emanuele Zanini, Treinador da Turquia, acredita que esse precioso triunfo obtido em casa vai fazer a diferença e promete que a sua equipa vai tentar jogar ainda melhor para assim visar o passaporte para a fase final do Campeonato da Europa:
“Ganhámos o primeiro round, mas temos outro jogo para disputar em Portugal. Vamos tentar jogar ainda melhor e esperamos que isso seja o suficiente para voltar a vencer”.

Vencidos, mas não convencidos, os portugueses não baixam os braços e acreditam que, com a ajuda do público que costuma encher de entusiasmo e apoio a Nave de Matosinhos, a reviravolta – vitória por 3-0 ou 3-1 e no Golden Set – será concretizada e que a Selecção Nacional estará presente no Europeu da Polónia no ano que vem.

“Em relação à Turquia, no primeiro jogo confirmou-se o valor da sua equipa, que tem como maiores armas o serviço e o papel que o seu oposto (Toy) tem no desequilíbrio do jogo.
Acredito que, melhorando a nossa recepção e o nosso serviço, a tarefa ficará facilitada e se juntarmos a isto o trabalho da nossa defesa na bola alta, então a vitória será nossa.
Tudo será diferente em Matosinhos. Vamos jogar em casa, perante um público entusiástico e que nos apoia e queremos aproveitar essa grande oportunidade para jogarmos bem e passarmos esta eliminatória”, salienta Hugo Silva, acrescentado:
“Na Selecção Nacional, todos trabalharam muito e mereceram chegar a este jogo decisivo, que pode marcar cada um de nós e o Voleibol português. Isto porque chegar a uma final do Campeonato da Europa é algo cada vez mais difícil, tal a competitividade entre selecções no Velho Continente, e mais ainda com todas as mudanças a que a nossa equipa foi submetida.
Sabemos que estar na fase final de um Europeu é oportunidade que muito poucos vão ter novamente e, como tal, tenho a certeza de que o grupo tudo irá fazer para ultrapassar tão grande obstáculo.
Creio que já é um prémio chegar aqui e agora temos de justificar todos os sacrifícios pelos quais passámos, bem como o trabalho de excelência revelado por todos”.

E o Seleccionador Nacional recorda:
“Temos tido enormes obstáculos, mas o grupo transforma isso em força extra para conseguir ultrapassar os desafios a que se propõe. Quando falo em dificuldades, elas constituem uma realidade do dia-a-dia, bem como, por exemplo, a forma pouco digna com que fomos tratados na Turquia, pois os turcos tudo fizeram para criar instabilidade no grupo, oferecendo à nossa equipa condições pouco dignas de um playoff como este.
Não tenho dúvidas de que este grupo merece pelo menos um pavilhão cheio e que o público irá ser o factor decisivo numa vitória de Portugal.
Há uma semana, na Turquia, sentimos a pressão causada por um público fervoroso, mas igualmente a pressão de uma arbitragem tendenciosa. Por isso, lanço um apelo aos apaixonados pelo Voleibol em Portugal para que encham o pavilhão de Matosinhos, para fazermos fazer sentir aos nossos adversários que os portugueses não são um povo qualquer e que merecemos o respeito que não nos foi dado.
Uma palavra final para minha equipa: os motivos que me fizeram afastar da equipa no ano passado foram rapidamente ultrapassados com a sua postura actual e o trabalho no dia-a-dia. Hoje sinto um orgulho enorme por todos os jogadores e por sentir que somos uma verdadeira equipa”.

No 1.º jogo, disputado hoje na localidade turca de Manisa-Turgutlu, a Turquia venceu pela margem máxima: 3-0 (28-26, 25-14 e 25-22).
O oposto turco Metin Toy, com 16 pontos, e o capitão português, Alexandre Ferreira, com 12 pontos, foram os melhores pontuadores do jogo. Ver estatística aqui

3.ª Ronda de Qualificação (Playoff)

Turquia x Portugal – em Manisa-Turgutlu, 3-0
Yildirim Beyazit Sports Hall
Árbitros: Evgeny Maksharov (Rússia) e Sanja Miklosic (Eslovénia)

Portugal x Turquia – em Matosinhos
9 de Outubro (18h00)

Centro de Desportos e Congressos de Matosinhos
Árbitros : Loic Queste (França) e Kostantin Youchev (Bulgária)
Entrada livre

Convocados

Nome

Pos.

Clube em 2015/2016

Ivo Casas Libero SL Benfica
Marcel Gil Central Monteros VC (ARG)
João Oliveira Zona 4 SL Benfica
Miguel Rodrigues Distribuidor LPR Piacenza (ITA)
João Fidalgo Libero AJ Fonte do Bastardo
Tiago Violas Distribuidor AJ Fonte do Bastardo
Marco Ferreira Oposto Toulouse (FRA)
Alexandre Ferreira Zona 4 Ziraat Bankasi (TUR)
Phelipe Martins Central SC Espinho
Filip Cveticanin Central Castêlo da Maia GC
João Simões Zona 4 AJ Fonte do Bastardo
Valdir Sequeira Oposto/Z4 Macabbi (Israel)
Loureço Martins Zona 4 Castêlo da Maia GC
Afonso Guerreiro Zona 4 AA S. Mamede
     
Team Manager Ricardo Rocha
Treinador Principal Hugo Silva
Treinador Adjunto Carlos Prata
Médico Ricardo Aido
Fisioterapeuta Daniel Gouveia
 

Estão já apuradas para a fase final do EuroVolley 2017 as selecções da Polónia, país organizador da fase final, França, Eslovénia, Itália, Bulgária, Rússia, Sérvia (os seis melhores classificados do Europeu 2015) e Alemanha, Finlândia, Bélgica, Eslováquia, Holanda e República Checa (primeiras classificadas das respectivas poules da 2.ª Ronda), faltando apenas apurar três selecções, que sairão dos jogos da 3.ª Ronda: Turquia x Portugal, Espanha x Grécia e Letónia x Estónia.

Árbitros portugueses em acção

Igualmente presente na 3.ª Ronda de Qualificação para o Europeu de Seniores vai estar o árbitro português Vítor Gonçalves (AV Porto) – 2.º jogo do Playoff entre a Espanha e a Ucrânia, em femininos, a disputar em Guadalajara no dia 7 de Outubro, pelas 20h00 locais. 

Mais informações: www.fivb.org / www.cev.lu / facebook FPV

 
PARTILHA ESTE ARTIGO NAS REDES SOCIAIS