30-JULHO-2016
O DESEJADO ALEMANHA X ITÁLIA
NA FINAL DO TORNEIO DAS 8 NAÇÕES

 


Tudo definido para o último dia de competição do Torneio das 8 Nações - Sub-17 Femininos, que termina amanhã.
Tendo em consideração os resultados de hoje, os encontros ficaram assim definidos: Portugal x Suíça (7.º e 8.º lugares); Bélgica x Holanda (5.º e 6.º lugares); Espanha x França (3.º e 4.º lugares) e Alemanha x Itália (1.º e 2.º lugares), a disputar a partir das 14 horas, no Centro de Desportos e Congressos de Matosinhos.
Todos os jogos podem ser seguidos em directo aqui

Holanda x Portugal, 3-0 (25-15, 25-16 e 25-18)

Portugal entrou bem no jogo, construindo desde logo uma vantagem com dois pontos de ataque de Beatriz Rodrigues e um serviço directo de Carolina Garcez (3-0). Contudo, as dificuldades sentidas pelas portuguesas no ataque permitiram o crescimento das holandesas (5-5).
A equipa de Julien van de Vyver passou a liderar o marcador aos 7-6, com um serviço directo de Lisa Nobel, e tratou logo de construir uma vantagem que permitisse gerir o seu jogo, somando 10 pontos consecutivos (14-7). Com tal diferença, a Holanda não podia deixar escapar o triunfo: 25-15.
A Holanda tentou transpor o bom momento do set inaugural para o segundo parcial (2-0), mas Portugal igualou (6-6), mostrando que não estava disposto a baixar os braços.
Não obstante a réplica, a Holanda atingiu o 2.º tempo técnico em vantagem (16-12), com um ataque de Hester Jasper, não permitindo veleidades à equipa lusitana: 25-16.
O terceiro set foi o mais equilibrado (3-3, 8-8, 13-13), mas a melhor ponta final das holandesas (16-14 para 20-14) valeu-lhes o triunfo no set e no jogo: 25-18..

Bélgica x Suíça, 3-0 (25-15, 25-13 e 25-13)

Bom começo da Suíça (3-0), mas recuperação rápida da Bélgica (6-6) e passagem para a liderança com um ponto de ataque de Camille Hannaert e um de serviço de Oriane Moulin (14-11). A sua irmã gémea, Romane Moulin, selaria o resultado à chegada ao 2.º tempo técnico (16-11).
Pouco depois, a equipa orientada por Robin De Bont já vencia por oito pontos (20-12), pelo que a vitória, aguardada, surgiu aos 25-15.
Embaladas, as belgas entraram a vencer no segundo parcial (3-1, 8-5, 12-7, 16-11) e foram confirmando a sua superioridade ao longo do tempo (21-11) até à vitória por 25-13.
No terceiro set ficou bem evidente que os níveis de confiança das duas equipas eram completamente antagónicos: a Bélgica jogava com cada vez mais alegria; ao invés, a Suíça parecia ter perdido a fé, desperdiçando muitos ataques (5-3, 11-4).
Calmamente (18-11, 21-12), a Bélgica foi atingindo o seu objectivo: 25-13.

Alemanha x Espanha, 3-0 (25-16, 27-25 e 25-23)

No primeiro set, Jens Tiebohl, treinador alemão, fez descansar algumas titulares, caso da capitã Pia Timmer, e a verdade é que a Espanha se aproveitou disso para virar um resultado de 1-3 para 6-3, com um serviço directo da sua capitã, Raquel Castellanos, e atingiu o 1.º tempo técnico a vencer por 8-3, sendo que os dois últimos pontos resultavam de dois ataques falhados pelas germânicas.
Após a conversa com o seu treinador, as alemãs acertaram o seu jogo, nomeadamente a recepção e o ataque, fazendo ainda funcionar o alto bloco, e equilibraram o marcador (10-10).
Novo distanciamento das espanholas (15-12) e reaproximação e superação das alemãs (16-15).
Com Juliane Noack (1,92 metros), Emma Cyris (1,.88) e Lina Alsmeier (1,89) no bloco, as espanholas começaram a ver a sua adversária a somar pontos (21-15). Dois serviços directos da recém-entrada Pia Timmer selaram o resultado: 25-16.
Nova entrada em força de «nuestras hermanas», que somaram cinco pontos consecutivos (8-3) e após o segundo tempo técnico ainda estavam na liderança do marcador (17-14).
Dois pontos da inevitável Pia Timmer alteraram o rumo dos acontecimentos (20-18) e, após um final renhido, a Alemanha selou a vitória com um serviço de Josepha Block: 27-25.
No terceiro set, e apesar da Alemanha estar já a jogar na máxima força, a Espanha logrou colocar-se em vantagem (8-4). Com uma exibição capaz de fazer vibrar o público, a equipa de Miguel Tornero tornava difícil a reacção germânica (16-10).
Difícil, mas não impossível: dois ataques de Pia Timmer e dois serviços directos de Elisabeth Kettenbach alteraram tudo (16-16).
Num final dramático, no qual as espanholas se podem queixar de algumas decisões dúbias da equipa de arbitragem, as alemãs selaram a presença na final com o resultado de 25-23.



França x Itália, 0-3 (18-25, 19-25 e 21-25)

No primeiro set, e quando o resultado estava em 6-5 favorável às italianas, já tinham sido desperdiçados pelas duas equipas um total de sete serviços... A conversa dos treinadores com as respectivas jogadoras durante o 1.º tempo técnico surtiu algum efeito, pelo menos nas hostes transalpinas, que trataram de construir uma vantagem razoável (12-5, 16-8).
A perder por 10-18, as gaulesas encetaram, com um serviço directo de Yva Davidovic, uma recuperação (13-18), que o treinador Marco Mencarelli tentou travar com um pedido de tempo.
Os ataques da capitã Alessia Populini e de Alice Tanase selaram o set com o resultado de 25-18.
No segundo parcial, as italianas aceleraram desde o apito inicial (3-0, 8-2, 11-3) até ao apito final: 25-19.
O terceiro set, embora tenha sido o mais equilibrado, foi a confirmação do potencial da Itália (25-21, desde o primeiro dia, como uma das grandes favoritas à vitória no torneio, a par da Alemanha. As equipas reencontram-se amanhã, depois de as germânicas terem vencido pela margem mínima (3-2) no jogo inaugural da Poule A.

Mais informações do Torneio de 8 Nações (resultados e fotos) aqui

Calendário dos jogos

 Date / Dia

#

Time / Hora

Matches / Jogos

 

27.07.2016

 PA-1 

14h00

ITA - GER, 2-3

 PA-2 

16h00

NED - SUI, 3-0

 PB-1 

18h00

ESP - FRA, 1-3

 PB-2

20h00

BEL - POR, 3-0

 

28.07.2016

 PA-3 

14h00

GER - SUI, 3-0

 PA-4 

16h00

ITA - NED, 3-0

 PB-3 

18h00

FRA - POR, 3-1

 PB-4 

20h00

ESP - BEL, 3-1

 

29.07.2016

 PA-5 

14h00

NED - GER, 0-3

 PA-6 

16h00

SUI - ITA, 0-3

 PB-5 

18h00

BEL - FRA, 1-3

 PB-6 

20h00

POR - ESP, 0-3

 

30.07.2016

 SF-4 

14h00

Holanda x Portugal, 3-0

 SF-3 

16h00

Bélgica x Suíça, 3-0

 SF-2 

18h00

Alemanha x Espanha, 3-0

 SF-1 

20h00

França x Itália, 0-3

 

31.07.2016

 F-4 

14h00

Portugal x Suíça

 F-3 

16h00

Holanda x Bélgica

 F-2 

18h00

Espanha x França

 F-1 

20h00

Alemanha x Itália

A competição está dividida em duas poules [Ver + info aqui]:
Poule A - Itália, Alemanha, Holanda e Suíça
Poule B - Espanha, França, Bélgica e PORTUGAL

No sábado, os 3.ºs classificados de cada poule cruzam-se com os 4.ºs classificados da poule contrária, o mesmo acontecendo com os 2.ºs e os 1.ºs classificados.
Destes últimos jogos sairão os finalistas da prova, que se defrontam às 20h00 de domingo [Ver calendário de jogos aqui].

Espectáculos a não perder... no Volei TV. Todos os jogos podem ser seguidos em directo aqui

As imagens dos jogos chegarão ao público através do site da FPV (www.fpvoleibol.pt) ou do canal YouTube do Volei TV, disponível aqui

Mais informações: www.fpvoleibol.pt / Facebook

 
PARTILHA ESTE ARTIGO NAS REDES SOCIAIS