29-JULHO-2016
ALEMÃS E ITALIANAS FAVORITAS
À VITÓRIA NO TORNEIO DAS 8 NAÇÕES

 


A Alemanha, que confirmou hoje – ao vencer pela margem máxima, a Holanda – o primeiro lugar na Poule A, vai defrontar amanhã a Espanha (2.ª da Poule B), enquanto a Itália (2.ª Poule A) enfrenta, nas meias-finais do Torneio das 8 Nações, da categoria de Sub-17 femininos, a disputar, até domingo, no Centro de Desportos e Congressos de Matosinhos, a França (1.º da Poule B).
Portugal (4.º da Poule B) mede forças amanhã (14h00) com a Holanda (3.º da Poule A), ao passo que a Bélgica (3.º Poule B) vai encontrar pela frente a selecção da Suíça (4.ª Poule A), no quarto dia de prova do Torneio das 8 Nações.

Todos os jogos podem ser seguidos em directo aqui

Portugal x Espanha, 0-3 (19-25, 14-25 e 23-25)

Portugal entrou da melhor forma no jogo: dois ataques de Isabel Castro e dois serviços directos de Teresa Guedes desequilibraram o marcador (5-0). A reacção das espanholas não se fez esperar (5-6), mas a equipa das quinas aguentou e chegou ao 1.º tempo técnico a vencer por 8-5.
Portugal voltou a distanciar-se (12-7), mas a Espanha igualou através de Teresa Morell (12-12).
A Selecção Nacional voltou a distanciar-se com mais um serviço directo de Teresa Guedes (15-13), mas a garra de «nuestras hemanitas» foi recompensada com a liderança 17-16, que logo foi alargada (21-17) até o ponto final, conseguido por Guadalupe Mamone: 25-19.
No segundo set, dois blocos consecutivos tornaram mais evidente a superioridade das espanholas na defesa alta (12-6).
Adriana Corcelles rubricou o 20-11 e hipotecou as hipóteses de as portuguesas lutarem pela vitória. Resultado: 25-14.
Portugal entrou em força no terceiro set (5-1, 9-3, 10-5), mas as espanholas não desistiram de lutar (10-8, 11-10).
Um serviço directo de Catarina Candeias voltou a distanciar Portugal (13-11), que atingiu a segunda paragem obrigatória com a vantagem mínima (16-15).
A Espanha passou para a frente aos 18-17, mas Portugal, apoiado por um público entusiástico, voltou a recuperar a liderança com um serviço directo de Teresa Guedes (21-20).
Contudo, chegadas ao resultado de 23-23, as espanholas lograram fechar o set com dois serviços directos de Aina Far: 25-23.

Holanda x Alemanha, 0-3 (19-25, 24-26 e 14-25)

Consciente de que este era o jogo de tudo ou nada relativamente à luta pelos primeiros dois lugares, a Holanda entrou em força e esteve a vencer por 4-1 e 8-4 antes da máquina alemã começar a carburar (12-10 e 20-17).
No final, o resultado favorável às germânicas fixou-se nos 25-19 e foi selado com um ataque da capitã Pia Timmer e um bloco triplo.
A equipa de Jens Tiebohl entrou melhor no segundo parcial (4-0), mas a Holanda conseguiu equilibrar até à chegada ao 1.º tempo técnico, com dois pontos de Hester Jasper (7-8, 10-10).
E mais quatro pontos da jogadora n.º 6 do país das tulipas colocaram a Alemanha em dificuldades (20-16).
Dois serviços directos de Hester (23-17) mostraram o caminho da vitória, mas as holandesas não entenderam isso e, nervosas, tornaram-se presas fáceis da maior experiência e fluidez de jogo das alemãs, que contabilizaram seis pontos consecutivos, virando um resultado de 19-24 para o triunfo por 26-24...
No terceiro set, a Alemanha voltou a começar melhor (3-1, 7-4), mas os serviços de Wies van Solkema e os ataques de Hester Jasper destroçaram a bem organizada recepção das alemãs (8-7).
Sem pressas, as germânicas reorganizaram o seu jogo e, depois de igualarem o marcador, aceleraram (16-11) rumo ao triunfo por pesados 25-14, auxiliado pelos serviços directos de Camila Weitzel.

Suíça x Itália, 0-3 (14-25, 13-25 e  17-25)

O Suíça x Itália não gerou qualquer surpresa. Frente a um das grandes favoritas à vitória final, as helvéticas pouco podiam fazer, pese embora o facto de Marco Mencarelli ter optado por fazer descansar algumas das suas jogadoras titulares.
Assim, e mesmo depois de terem conseguido chegar em vantagem ao primeiro tempo técnico (8-6), as suíças não conseguiram suster a reacção das transalpinas e soçobraram por esclarecedores 14-25.
No segundo set, a diferença foi ainda mais notória. A Itália encetou uma fuga pontual (6-2, 16-9) e fechou, triunfante, o parcial com um desnivelado 25-13.
No terceiro set, um serviço directo de Elena Bisio (11-3) mostrou o caminho da vitória italiana, que seria concretizada, com naturalidade, aos 25-17..

Bélgica x França, 1-3 (22-25, 23-25, 25-16 e 23-25)

O primeiro set foi muito equilibrado, com um ligeiro ascendente das belgas, que contudo, atingido o momento decisivo (22-22), não conseguiram contrariar o melhor jogo junto à rede das francesas e viram a central gaulesa Amandha Sylves fechar o set com um ataque e um bloco: 25-22.
No segundo set, a equipa de Robin De Bont esteve a vencer por 12-7, mas permitiu a reaproximação das francesas (13-13). Os bons serviços de Romane Moulin e uma série de erros da recepção e da defesa gaulesa voltaram a dar superioridade às belgas (16-13), mas, à entrada para a recta final do set, o equilíbrio tinha sido reposto (21-21).
Contudo, e tal como no parcial anterior, a França fez um pressing final e Amandha Styles voltou a fechar a contagem: 25-23.
No terceiro set, a Bélgica jogou todas as suas cartas e atingiu o 2.º tempo técnico com uma vantagem razoável (16-12), que tratou de aumentar, através dos serviços de Camille Hannaert (18-12).
A perder por 13-20, a França fez entrar algumas das titulares que até aí tinham sido utilizadas esporadicamente e chegou aos 16-20, mas acabou por oferecer quatro pontos à adversária, que fechou o set com o resultado de 25-16...
No quarto set, moralizadas com a vitória no parcial anterior, as belgas chegaram rapidamente aos 5-1, motivando um pedido de desconto de tempo do técnico Fabrice Vial.
As francesas aprenderam a lição e, já com as titulares em campo, passaram de uma situação de certo equilíbrio para um desnivelador 16-10.
Camille Hannaert amenizou a distância (18-20). Um bloco de Manon Moraels/Dária de Carvalho deu 24-22 e um ataque de Romane Moulin fixou o resultado em 25-23, assegurando o 1.º lugar da Poule B.

Mais informações do Torneio de 8 Nações (resultados e fotos) aqui

Calendário dos jogos

 Date / Dia

#

Time / Hora

Matches / Jogos

 

27.07.2016

 PA-1 

14h00

ITA - GER, 2-3

 PA-2 

16h00

NED - SUI, 3-0

 PB-1 

18h00

ESP - FRA, 1-3

 PB-2

20h00

BEL - POR, 3-0

 

28.07.2016

 PA-3 

14h00

GER - SUI, 3-0

 PA-4 

16h00

ITA - NED, 3-0

 PB-3 

18h00

FRA - POR, 3-1

 PB-4 

20h00

ESP - BEL, 3-1

 

29.07.2016

 PA-5 

14h00

NED - GER, 0-3

 PA-6 

16h00

SUI - ITA, 0-3

 PB-5 

18h00

BEL - FRA, 1-3

 PB-6 

20h00

POR - ESP, 0-3

 

30.07.2016

 SF-4 

14h00

Holanda x Portugal

 SF-3 

16h00

Bélgica x Suíça

 SF-2 

18h00

Alemanha x Espanha

 SF-1 

20h00

França x Itália

 

31.07.2016

 F-4 

14h00

Loser SF-4 x Loser SF-3

 F-3 

16h00

Winner SF-4 x Winner SF-3

 F-2 

18h00

Loser SF-2 x Loser SF-1

 F-1 

20h00

Winner SF-2 x Winner SF-1

A competição está dividida em duas poules [Ver + info aqui]:
Poule A - Itália, Alemanha, Holanda e Suíça
Poule B - Espanha, França, Bélgica e PORTUGAL

No sábado, os 3.ºs classificados de cada poule cruzam-se com os 4.ºs classificados da poule contrária, o mesmo acontecendo com os 2.ºs e os 1.ºs classificados.
Destes últimos jogos sairão os finalistas da prova, que se defrontarão às 20h00 de domingo [Ver calendário de jogos aqui].

Espectáculos a não perder... no Volei TV. Todos os jogos podem ser seguidos em directo aqui

As imagens dos jogos chegarão ao público através do site da FPV (www.fpvoleibol.pt) ou do canal YouTube do Volei TV, disponível aqui

Mais informações: www.fpvoleibol.pt / Facebook

 
PARTILHA ESTE ARTIGO NAS REDES SOCIAIS