18-MAIO-2016
NÚCLEO DO SPORTING CP DE
CASTRO VERDE ABRAÇA O VOLEIBOL

 


O Voleibol está a nascer no Núcleo do Sporting Clube de Portugal de Castro Verde!
O projecto agora desenvolvido pelo clube verde-e-branco visa a promoção da prática desportiva entre as camadas mais jovens da população alentejana e o cimentar de parcerias encetadas com várias entidades, com destaque para “as escolas, a Associação de Voleibol do Alentejo e Algarve (AVAL) e a Federação Portuguesa de Voleibol (FPV), no sentido de afirmar os valores do desporto, inerentes à educação para a cidadania e educação para a saúde, a par da prática federada da modalidade”.

Neste âmbito, o Núcleo Sportinguista celebrou um Protocolo de Colaboração com a Câmara Municipal de Castro Verde, que contempla, entre outros apoios, a cedência gratuita das instalações e equipamentos municipais.

António Espírito Santo, Presidente da Associação de Voleibol do Alentejo e Algarve, salienta:
“A AVAL congratula-se pelo projecto de Voleibol ter sido abraçado pelo Núcleo do Sporting CP de Castro Verde, vendo deste modo ultrapassada de vez uma lacuna existente – a falta de um clube em Castro Verde a promover o Voleibol.
Assim, juntamente com a FPV e o Núcleo do Sporting CP de Castro Verde, a par da prática federada do Voleibol e com os nossos parceiros, a AVAL irá afirmar os valores do Desporto, inerentes à educação para a cidadania, educação para a saúde e ainda promover o Desporto de Todos para Todos.
De louvar o apoio dado pela Câmara Municipal de Castro Verde a este novo projecto, que, deste modo, chegará de forma mais organizada a toda a população. Uma Rota, Um Percurso, Um Caminho... AVAL 2014/2016 a concretizar o seu plano estratégico de intervenção”.

Paulo Pinho, Director Técnico Regional da AVAL, afina pelo mesmo diapasão e acrescenta:
“O aparecimento de uma equipa de Voleibol no Núcleo do Sporting CP de Castro Verde surge na sequência do anterior trabalho realizado no desenvolvimento do Gira-Volei por todas as escolas do concelho e o aparecimento de novas competições na sede da vila ao nível do Voleibol ao Ar Livre, Voleibol de Praia e Voleibol de pavilhão, organizadas pela AVAL e tem contribuído para uma melhor sensibilização dos jovens para a prática do Voleibol.
Este projecto que agora nasce vocaciona-se sobretudo para a prática do Voleibol de Praia e aparece num contexto de negociação entre a AVAL e os dirigentes daquele núcleo desde há já um ano, levando a que o projecto sofresse um grau de amadurecimento, agora traduzido nas práticas directivas e técnicas assumidas e publicamente visíveis e no grupo de 20 jovens mobilizados para aprenderem a jogar Voleibol de Praia”.

Mais informações: aqui e aqui

 
PARTILHA ESTE ARTIGO NAS REDES SOCIAIS