20-MARÇO-2016
ATLÉTICO VC ERGUE
PRIMEIRA TAÇA DE PORTUGAL

 


O Atlético VC ergueu hoje a primeira Taça de Portugal do seu historial ao vencer o Porto Vólei por 3-1 (25-20, 19-25, 25-22 e 25-22) na final da competição, disputada no Pavilhão Gimnodesportivo Municipal de Vila Flor, numa organização conjunta da FPV e da Câmara Municipal de Vila Flor, o mais recente membro do Clube das Autarquias Amigas do Voleibol.

O jogo começou da melhor forma, com o primeiro ponto a cair para o Atlético VC, depois de muito discutido, através de um bloco de Luana Gomes, indiciando um set e um jogo equilibrados.
O equilíbrio inicial (3-3) foi quebrado pelos ataques de Marta Hurst e Mariana Maia (6-3). Do lado, contrário, Tânia Oliveira e Sara Gonçalves respondiam à altura e quando o primeiro tempo técnico foi atingido, registava-se o resultado de 8-7 favorável às portuenses.
Nova fase muito equilibrada (10-10) e novamente desfeita pela equipa de Manuel Almeida (12-10), com um bloco de Beatriz Santos.
E após nova igualdade, conseguida com dois ataques de Tânia Oliveira, um serviço directo de Juliana Antunes Rosas deu a liderança ao AVC (14-13).
A equipa de Famalicão aguentou bem a pressão e conseguiu manter-se na frente do marcador na segunda paragem obrigatória (16-14).
O AVC conseguiu aumentar a vantagem, com um amorti de Juliana Rosas, à entrada para a recta final do parcial (21-18). Um bloco de Luana Gomes (22-19) logo seguido de outra acção eficaz de Tânia Oliveira empolgou a equipa famalicense e os seus adeptos (24-20).
E foi Fabiola Gomes a fechar o set a favor da equipa orientada por Óscar Barros com um bloco autoritário: 25-20.

O Porto Vólei entrou muito bem no segundo set (4-1), mas dois pontos de Juliana Rosas (ataque e serviço) equilibraram a contenda (4-3).
Um bloco de Aline Timm voltou a animar as hostes do Porto Vólei (7-5), que levou essa vantagem até ao primeiro tempo técnico.
Na tentativa de imprimirem maior agressividade aos seus serviços, as duas equipas acabavam por desperdiçar esta importante acção ofensiva, mas o maior discernimento no ataque das jogadoras do Porto Vólei deu os seus frutos (14-8) e a formação orientada por Manuel Almeida atingiu o segundo tempo técnico já algo distanciada do seu adversário (16-11) com um ataque da capitã Marta Hurst.
Um serviço directo de Aline Delsin complicou ainda mais a vida ao AVC.
Dois pontos consecutivos de Tânia Oliveira (ataque e serviço) deram novo fôlego às famalicenses e Manuel Almeida não perdeu tempo em  travar a reacção do adversário, reunindo com as suas atletas.
Contudo, o AVC continuou a recuperar terreno, obrigando a nova reflexão em conjunto (19-17).
Quando tudo indicava a recuperação total das famalicenses, quatro erros, um no serviço e os restantes no ataque, voltaram a distanciar as campeãs nacionais (23-18).
Gabriela Coelho assinou o 24.º ponto e um serviço falhado pelo AVC colocou o marcador no resultado de 25-19 favorável ao Porto Vólei.

Os momentos iniciais do terceiro set voltaram a ser marcados pelo equilíbrio, com um serviço directo de Fabiola Gomes a permitir a vantagem do AVC (7-5), logo anulada por dois pontos de Mariana Maia e um de Marta Hurst (8-7).
Novo assomo do AVC, por Juliana no ataque e Vanessa Rodrigues no bloco (10-8). A supremacia de Luana Gomes nas jogadas junto à rede permitiu aumentar ainda mais o pecúlio pontual do AVC (13-9).
Luana saiu lesionada por alguns minutos e dois blocos de Aline Timm e um ataque de Bárbara Gomes igualaram a partida (15-15), mas Tânia (ataque) e Fabiola Gomes (bloco) voltaram a dar vantagem ao AVC (17-15). E dois pontos no ataque conseguidos pela madeirense afastaram ainda mais o AVC (19-16).
A reacção do Porto Vólei não tardou (19-18), mas Juliana voltou a distanciar a sua equipa (21-19).
A resposta imediata veio por intermédio de dois pontos da artilheira Marta Hurst (21-21).
A capitã do Porto Vólei seria travada por Luana Gomes (23-21) e Tânia Oliveira colocou o AVC a um ponto da vitória, que acabaria por concretizar-se com novo ponto da atacante famalicense: 25-22.

No quarto set, o AVC procurou resolver o jogo e demonstrou as suas intenções ao transformar um resultado de 5-4 em 10-5, com um serviço directo de Fabiola Gomes.
Um bloco de Luana Gomes aproximou ainda mais o AVC dos seus objectivos (12-6).
Dois ataques consecutivos desferidos para fora por Marta Hurst impulsionaram ainda mais o AVC (16-9).
A vencer por 20-10, o AVC acusou alguma ansiedade e sentiu dificuldades em travar a reacção do Porto Vólei (21-15) e teve mesmo o triunfo em perigo, quando viu o seu opositor recuperar desde os 13-24 até aos 22-24. A vitória, merecida, embora sofrida nos minutos finais, acabou por acontecer aos 25-22.

Marta Hurst, com 20 pontos, e Luana Gomes, com 16, foram as melhores pontuadoras do jogo. Ver Estatística

No final, Óscar Barros, Treinador da Atlético VC, não escondeu a sua alegria:
"Ganhámos porque lutámos muito! O nosso projecto e de equipas como o Porto Vólei merecem ser mais apoiados, pois quem ganha com isso é o Voleibol feminino, que merece ter um público como este a assistir a e a vibrar com espectáculos como o de hoje.
Foi uma vitória difícil porque o Porto Vólei está mais habituado a lutar pelos títulos do que nós e isso ficou patente neste último set".

Prémios individuais
Recepção - Joana Resende (Porto Vólei)
Melhor Pontuadora - Marta Hurst (Porto Vólei)
Ataque - Tânia Oliveira (AVC)
MVP (Jogadora Mais Valiosa) - Luana Gomes (AVC)

Nota: No reconhecimento dos serviços prestados ao Voleibol, A FPV decidiu atribuir o diploma de membro do Clube das Autarquias Amigas do Voleibol à Câmara Municipal de Vila Flor.


2016 – Atlético x Porto Vólei, 3-1
2015
– Porto Vólei x Atlético VC, 3-0
2014 – Colégio do Rosário x CD Ribeirense, 3-2
2013 – CD Ribeirense x GDC Gueifães, 3-1
2012 – CD Ribeirense x Castêlo da Maia GC, 3-0
2011 – CD Ribeirense x CA Trofa, 3-0
2010 – CA Trofa x SC Braga, 3-0
2009 – CD Ribeirense x GDC Gueifães, 3-1
2008 – CS Madeira x GDC Gueifães, 3-0
2007 – CA Trofa x GDC Gueifães, 3-0

Mais informações: Competição / Taça de Portugal - femininos / Facebook.com/fpvoleibol

 
PARTILHA ESTE ARTIGO NAS REDES SOCIAIS