30-NOVEMBRO-2015
PORTO DE EXCELÊNCIA


Foto: Facebook do Porto Vólei 2014

O confronto da jornada que reunia à partida maior interesse, terminou com o triunfo do Atlético VC sobre o Boavista FC, pela margem máxima, e colocou nos registos a primeira volta do Campeonato Nacional da I Divisão – Seniores Femininos, que agrupa alguns factos e números interessantes.

As campeãs nacionais do Porto Vólei parecem querer continuar a dominar o Voleibol nacional. Após o desaire em Vila Flor, onde perderam a Supertaça para o Atlético, as portuenses contam apenas com vitórias nas 11 partidas realizadas a contar para o campeonato. As pupilas de Manuel Almeida mantêm um registo perfeito até aqui, tendo conquistado 32 dos 33 pontos possíveis.

“Em todas as épocas há mexidas nas equipas e a nossa não foi excepção”, refere Manuel Almeida, treinador principal das campeãs nacionais, acrescentando:
“Há sempre algo que se perde e algo que se ganha, mas estou muito satisfeito com o grupo, que soube reagir com positivismo, trabalhando mais e melhor, à derrota na Supertaça frente a uma grande equipa. Na minha opinião, a segunda volta do campeonato será ainda mais disputada, com maior equilíbrio nos jogos e com uma luta acesa pela melhor classificação possível por parte de todas as equipas”.

Em 2.º lugar surgem as sereias do Leixões SC. Vice-campeãs nacionais e candidatas ao título, apenas perderam com o líder e prometem dar luta até ao final da 1.ª Fase. As leixonenses estão apenas a 2 pontos da liderança.

A equipa-sensação do defeso, pelas contratações sonantes e por ter conquistado a Supertaça no regresso desta ao Voleibol feminino, o Atlético VC, situa-se agora no 3.º posto, que ontem foi consolidado. Sendo uma equipa em construção mas com objectivos alicerçados, as famalicenses perderam com o Porto Vólei, no jogo inaugural do campeonato, e com o Leixões, em Matosinhos. Ontem venceram o Boavista e cavaram um fosso de 7 pontos para o 4.º lugar.

Precisamente no 4.º posto encontra-se uma das surpresas deste campeonato. O Boavista FC tem vindo a realizar uma excelente prova, com 7 vitórias e 4 derrotas. As panteras, que contam com novas peças no xadrez do Bessa, têm em vista uma classificação melhor que o 9.º lugar alcançado no ano passado, sendo seguidas de perto por outra equipa admirável, a Escola Pedro Eanes Lobato, que este ano subiu à I Divisão e que ocupa, para já, o 5.º lugar da tabela, mantendo-se nas contas para disputar a I Divisão e até mesmo a Divisão de Elite.

E não se pode esquecer o Lusófona VC, que mantém o 6.º lugar, com menos 1 ponto que o PEL. As universitárias poderão melhorar a 6.ª posição conquistada em 2014/2015.

Na segunda metade da tabela, encontra-se o CF «Os Belenenses», campeão da I Divisão no ano transacto, após ter-se classificado no 3.º lugar da 1.ª fase. A equipa sofreu algumas mudanças mas as azuis do Restelo têm lutado muito por cada ponto. Prova disso é terem o maior número de vitórias por 3-2 no campeonato (4).

O SC Braga (8), o Castêlo da Maia GC (9) e o CD Ribeirense (10) têm realizado um campeonato em linha com o do ano passado, pese embora o facto de as açorianas ocuparem actualmente o 10.º lugar, em contraste com o 7.º conquistado em Fevereiro.

Em 11.º lugar surge, com alguma surpresa, o GDC Gueifães, clube que no ano passado conquistou um bilhete para a Divisão de Elite, fruto do 4.º lugar da tabela classificativa. As maiatas apenas venceram 1 jogo na presente edição.

Em último e sem conhecer o sabor da vitória encontra-se o GC Santo Tirso. As tirsenses acabaram mesmo a fase regular contado apenas derrotas mas foram mais fortes no playoff de despromoção. Será que a história se vai repetir?

Certo é que o Voleibol feminino continua a alimentar muita paixão e a gerar interesse e continuará a satisfazer os adeptos já na próxima semana com a realização da 12.ª jornada, a primeira da segunda volta da fase regular.

Mais informações: www.fpvoleibol.pt

 
PARTILHA ESTE ARTIGO NAS REDES SOCIAIS